Posso transferir valores altos de um banco para outro?

Hoje iremos ver se é possível transferir valores altos de um banco para outro. De fato, todos nós sabemos que houveram transformações no modo de se fazer transferências bancárias. Com a vinda da tecnologia Pix, tudo ficou mais fácil, mais rápido e mais dinâmico. Em poucos segundos, em qualquer hora do dia, é possível fazer uma transferência bancária com toques em uma tela!

Dessa maneira, é interessante nos perguntarmos se existe um limite para as transferências. Algumas agências adotaram essa funcionalidade há alguns anos atrás, e algumas ainda adotam, dependendo do horário. Sendo assim, com toda a praticidade dos bancos digitais, será que não é possível fazer a transferência de valores altos com essas novas tecnologias? É o que veremos hoje!

Se você é novo aqui pelo site, nós te desejamos as boas-vindas! Sinta-se em casa e aproveite do melhor conteúdo sobre tecnologias bancárias do Brasil; não se esqueça de nos seguir para acompanhar todos os lançamentos de nossos conteúdos! Sem mais delongas, bora direto pro assunto? Espero que você tenha uma ótima e agradável leitura! Vamos lá.

Transferir valores altos de um banco para outro: é possível?

Bom, a resposta é sim! Não há muito o que enrolar quando falamos desse assunto, a resposta sempre será um simples sim, ou um simples não. Nesse caso, é sim possível transferir valores altos de um banco para outro.

Tanto em bancos iguais quanto diferentes, transferir valores altos de um banco pro outro é possível por meio de duas operações. Por meio do TED e do Pix você pode fazer transferências altas com muita facilidade, e tudo por meio de seu celular. A diferença é que no TED é cobrado uma taxa pra realização, enquanto no Pix é gratuito.

Nos últimos anos, as operações mais conhecidas e usadas eram TED e DOC. Entretanto, com o Pix, as atenções mudaram, até porque ele se tornou um meio principal de transferência bancária no país. Sendo assim, por questões de segurança, os bancos costumam trabalhar com um limite padrão de saque/depósito/transferência. Por exemplo, o limite do DOC é de até R$ 4.999,99. Já o TED permite transferências bem maiores do que somente 5 mil reais.

Para ser mais exato, consulte diretamente o seu banco e solicite os limites de transferências de cada operação. Até porque muitas coisas podem fazer esse limite variar, como tipo de transferência, tipo de conta, etc.

Mas, enfim, se sua dúvida era se é possível transferir valores altos de um banco para outro, você acaba de receber a sua resposta. Entretanto, você sabe como funciona essa tão importante nova modalidade que se chama Pix? Vamos dar uma olhada!

Como funciona o PIX?

Posso transferir valores altos de um banco para outro

Com a chegada dos tão inovadores bancos digitais, uma nova modalidade de transferência surgiu com eles: o Pix. De fato, essa operação foi criada pelo Banco Central do Brasil com o intuito de viabilizar transferências instantâneas. E, sem dúvida, em pouquíssimos segundos o dinheiro já cai na conta da pessoa a quem você fez a transferência!

O Pix funciona da seguinte maneira: como um modo de pagamento, ele está disponível 24 horas por dia durante os 7 dias da semana. Sendo assim, por meio dos aplicativos de bancos, os chamados fintechs, você tem acesso a essa funcionalidade.

A questão é que pra usar essa função é preciso ter acesso a um smartphone ou a um emulador de celular. Quanto aos bancos que são 100% digitais, quando você faz a sua conta eles vão pedir pra que você cadastre o seu acesso, as chamadas “chaves”. Essas chaves são as suas identificações, que podem ser seu CPF, número de telefone, e-mail ou uma chave aleatória.

Nesse sentido, quando você cadastra a sua chave, isso quer dizer que somente aquela chave está vinculada a sua conta. Você é a única pessoa no mundo que tem acesso ao seu Pix através daquela chave, e ninguém pode copiá-la.

Quanto aos bancos físicos, é necessário que você vá até uma das agências com a sua conta acessada no app do banco. Dessa maneira, será preciso que você leia um QR Code em um dos caixas eletrônicos. Assim, seu acesso ao Pix estará desbloqueado! Basta cadastrar uma chave e você já pode usar!

Conclusão

Desse modo, acabamos de aprender sobre como transferir valores altos de um banco para outro. Também aprendemos um pouco sobre o novo modo de fazer transferências bancárias: o pix! Muito obrigado por ter me acompanhado até aqui, nos vemos em breve!