Posso receber um pix na conta salário? Veja os detalhes aqui!

Por ser um processo rápido e gratuito, o pix se tornou rapidamente a transação financeira mais comum do Brasil. Muitas pessoas habilitaram a função com facilidade, precisando apenas mexer em poucas configurações direto no aplicativo do banco no celular, mas existe alguma restrição para fazer pix na conta salário?

Veja os detalhes:

Conta salário faz pix?

Infelizmente, ainda não é possível fazer pix na conta salário. O Banco Central do Brasil já está providenciando a liberação dessa transição para esse tipo de conta, a fim de baratear os custos de transferências para os usuários dessa modalidade de conta. 

Outra vantagem é que, quando o pix estiver disponível para as contas salário, o trabalhador também poderá receber seu pagamento em poucos segundos. O Banco do Brasil sinalizou a inclusão do pix na conta salário para janeiro desse ano, mas, até agora, nenhum avanço significativo foi feito.

Receber PIX na conta Salário

Como funciona a transação?

Para receber pagamentos de qualquer valor via pix, basta oferecer sua chave pix (e-mail, CPF, CNPJ,  telefone ou chave aleatória) para quem deve pagar a cobrança. É possível habilitar a chave pix dentro do seu aplicativo bancário.

Também é possível, dentro do aplicativo, criar um código QR code ou escrito para cobrar um valor específico. Mais uma vez, basta informar o código ao devedor. 

O pagamento leva apenas alguns segundos para ser computado a qualquer hora do dia, inclusive em fins de semana e feriados, e tudo isso sem cobrar taxas de nenhuma das duas partes. Não há limitação de valor para as transações. 

Por que os bancos defendem o pix?

As transferências bancárias tradicionais, como TED e DOC, geravam a cobrança de uma pequena taxa que ia para as instituições bancárias. Isso não acontece com o pix, um modelo de transação instantânea e sem cobranças, o que leva muitas pessoas a questionarem qual é o ganho dos bancos com essa nova modalidade. 

A verdade é que, apesar de não receberem nada diretamente com o pix, a facilidade de transação financeira obviamente é de interesse dessas instituições. Hoje em dia, não é preciso nem estão com seu cartão físico para fazer uma compra, pois muitos estabelecimentos já aceitam pix.

Com processos mais baratos (gratuitos, nesse caso), a quantidade de dinheiro em circulação aumentou na mesma proporção em que aumentaram as facilidades trazidas pelo pix. Quando essa novidade surgiu, a Moody´s, agência americana que classifica risco financeiro. Os bancos brasileiros teriam perda de 8% no faturamento, mas as instituições financeiras não desanimaram. 

O que muita gente não notou é que, com uma única chave pix, as pessoas começaram a concentrar todas as suas transações financeiras em uma única conta. Isso era mais raro antes, quando uma pessoa tinha contas em vários bancos para tentar gastar o menos possível em suas transações.

Assim que o pix começou a se popularizar no Brasil, todas as instituições financeiras incentivaram seus clientes a cadastrar as chaves pix em sua conta antes de cadastrarem em outro banco. Pois, dessa forma, conseguiram reter para si quase a totalidade do fluxo financeiro de seus usuários.

Aliás, muitas pessoas até fecharam as múltiplas contas que tinham em outros bancos, quando não era mais necessário se preocupar com as taxas de transferência