Conta digital PJ: vantagens de ter uma para o seu negócio

É muito nítida a percepção de que a sociedade evolui, e alguns processos também precisam passar por certas transformações. Por exemplo, a forma como se administra uma empresa hoje em dia não é do mesmo jeito que era há 20 ou 30 anos. E mais: pense em um empreendedor.

Certamente, em outros tempos, a pessoa que abria uma empresa perdia um grande tempo se deslocando do empreendimento até determinado banco. Isso para resolver diversas questões extremamente necessárias. Estamos falando de pagar uma conta, solicitar um empréstimo ou até mesmo negociar algum limite.

Mas as transformações digitais mudaram completamente esse fluxo. Hoje os empreendedores conseguem ter uma conveniência muito maior, além de conseguir uma economia e redução no tempo para solucionar burocracias bancárias. Por isso, vamos explicar algumas questões que envolvem ter uma conta digital PJ

Só no Brasil existem mais de 250 milhões de contas abertas. É o que aponta uma pesquisa realizada pelas empresas idwall e Catarino Brasileiro. Elas são especializadas em combate à fraude digital e marketing digital, respectivamente.

Antes de tudo, é preciso reforçar o significado de PJ. Essas letras são abreviações para “Pessoa Jurídica”, que é, de forma resumida, uma instituição com finalidade específica e registrada sob um Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Esta é a categoria responsável por criar uma base de negócios que prestam serviços, administram, produzem ou comercializam produtos. Abaixo você vai ver alguns exemplos de CNPJ que são usados no Brasil:

  • Sociedade Empresária Limitada (LTDA).
  • Sociedade Simples (SS).
  • Empresa Individual.
  • Empresa Individual ou de Responsabilidade Limitada (EIRELI).
  • Sociedade Anônima (S/A).

Vantagens de uma conta digital PJ

Agora, vamos partir para a administração de um empreendimento. É aí que entra a conta digital PJ. Há algumas diferenças em relação às instituições financeiras tradicionais que podem influenciar diretamente no andamento de sua empresa.

O primeiro ponto está ligado justamente à facilidade de acesso aos dados bancários. Com um aplicativo baixado no telefone ou acesso por meio de um computador, tudo pode ser resolvido. Não vai mais precisar se deslocar até uma unidade e passar horas em filas.

Tudo pode ser feito da própria casa ou até mesmo da empresa. Um dos exemplos é a abertura da conta. Em um banco digital, todo esse processo é realizado de maneira menos burocrática, simples e rápida. Em minutos, tudo já está pronto, e você já pode iniciar as movimentações econômicas.

As tarifas também costumam ser menores. Geralmente, não há cobranças de mensalidade ou anuidade, seja para realizar transferências via TED ou mesmo taxas sobre o cartão de crédito. 

A conta também é indicada para MEI?

Muitos podem perguntar se essa é uma exclusividade para PJ ou se quem é MEI (Microempreendedor Individual) também pode ter uma conta digital dessas. A resposta é sim. 

Afinal de contas, além das vantagens citadas acima, isso certamente irá facilitar a organização de suas finanças. Quando há essa separação (da conta pessoal para a profissional), você certamente vai dar um passo para que a saúde financeira da sua empresa seja mantida por bons anos.

Outro ponto envolve manter a regularização de suas contas, seja do CNPJ ou CPF (Cadastro de Pessoa Física). Isso porque, se você receber valores altos na conta física, é bem provável que no fim do ano exista alguma pendência a ser resolvida com a Receita Federal, ou pelo menos deverá passar alguns dias explicando.

É importante destacar que as contas digitais PJ são muito seguras. Todas as instituições financeiras que têm essa opção são regulamentadas pelo Banco Central. Elas são submetidas a exigências extremamente criteriosas antes de serem liberadas para a população, principalmente em relação a segurança de informações e dados pessoais.

Investimentos

Existe uma outra vantagem de ter todas as informações financeiras e conseguir realizar movimentações na palma da mão. Utilizando a conta digital PJ, você consegue, também, aplicar quantias de dinheiro na bolsa de valores ou em outros tipos de investimentos. Para isso, é fundamental entender o que é CDI.

CDI: O que é?

Abreviação para Certificado de Depósito Interbancário, o CDI é um título de curto prazo emitido pelos bancos. Ele serve como uma referência para diversas aplicações que são de rendimento fixo – CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e LCI (Letra de Crédito Imobiliário) são alguns exemplos.

Agora que você conhece um pouco sobre contas digitais PJ, poderá escolher algum que te auxilie melhor no dia a dia. Para que isso aconteça da melhor forma, o ideal é listar quais são as necessidades que precisam ser atendidas. Faça, também, uma identificação sobre o que é prioridade. 

Outra dica, antes de tomar a decisão final, é fazer uma pesquisa aprofundada sobre cada instituição. Conheça as fragilidades e os pontos positivos de cada. Tenho certeza que tomando esses cuidados a sua empresa tem mais chances de prosperar e ter menos influência negativa oriunda das finanças.