Quanto o mendigo Givaldo está lucrando nas redes sociais?

Quanto o mendigo Givaldo está lucrando nas redes sociais? Confira aqui!

É, a vida pode mudar. Quem diria que, depois de levar uma surra após ter relações sexuais com a esposa de um personal trainer, um mendigo viraria garoto propaganda? Tem que ter muita imaginação para isso. Mas é o que de fato aconteceu.

Givaldo era um mendigo que perambulava pelas ruas de Planaltina (DF) até mais de um mês atrás. No dia 9 de março, teve relações sexuais com Sandra Mara, esposa de Eduardo Alves, um personal trainer. Então, o ato se tornou uma polêmica nacional. Em seguida, Givaldo viralizou nas redes, e rapidamente ficou conhecido no país como “O mendigo”.

Após ser internado e se recuperar das agressões, ele ainda assou alguns dias num abrigo de Brasília. Então, o “mendigo pegador”, que virou meme, não tardou a se aproveitar da sua fama para tentar ganhar a vida. Agora, já conta com mais de 400 mil seguidores no Instagram, e chamou tenção de alguns youtubers e influenciadores.

Além de pegador, sua intenção é se tornar o “mendigo dos bitcoins”. Tendo Diego Aguiar como guia, Givaldo agora entra no ramo das criptomoedas. Aguiar já atraiu polêmica sno mercado, por participar em esquemas de pirâmides no país. Ao lado de Givaldo, chama atenção para o curso Treta das Moedas, no qual afirma ensinar as pessoas a se tornarem milionárias.

Segundo a propaganda do próprio site, a promessa é de que ele ensina tudo sobre criptomoedas, e que o aluno terá a chance de transformar 50 reais num milhão. Todavia, o site tem diversas reclamações no site Reclame Aqui. Lá, os internautas queixam-se pedindo a devolução do dinheiro. A afirmação é clara: o curso não retorna o que promete.

Quanto o mendigo Givaldo está lucrando nas redes sociais?

Givaldo já está oferecendo mensagens num serviço online de pseudocelebridades. Lá, cobra R$ 150 por cada mensagem. Além disso, agora que Diego Aguiar o acompanha, o mendigo afirma estar ganhando reais aos milhares por dia.

Num vídeo que publicou no dia 5, ele surge numa suposta cena de operações diárias no day trade. Na tela, Givaldo mostra um saldo acima de R$ 9 mil, afirmando que começaram com apenas R$ 500. Além disso, o “mendilover” conta que ganhou um computador e no mesmo dia passou a operar no sistema das criptomoedas.

Mostrou, por fim, um saldo de R$ 9.546,30, e disse que uma equipe o ensinou a fazer tais operações. No vídeo, aponta ainda que vai disponilizar um link na descrição para quem quiser mais informações, numa clara propaganda. Esse vídeo já corre pelas redes, e tem a grande chance de ser outro golpe.

Aguiar já fez Gilvado gastar com um relógio Apple Watch, ostentando-o nas redes, além de pagar uma conta de R$ 500 em espécie, numa churrascaria, gravando tudo em vídeo. Givaldo afrma que sua compreensão das criptomoedas é de que são ganhos rápidos, feitos em operações.

O youtuber Diego Aguiar já usa esse método de ostentar para chamar atenção há algum tempo. A intenção é passar a imagem de que vive uma vida de luxo, e que pode vender a chave para isso em seus cursos.