Qual era o salário de Casagrande na Globo?

Qual era o salário de Casagrande na Globo? Segundo estimativas, o comentarista ganhava entre R$ 30 a 90 mil ao mês. Aliás, o alto salário pode ter sido um dos motivos de sua demissão.

Casagrande é um ex-jogador de futebol, participando de diversos times após sua revelação no Corinthians, no ano de 1980. Depois de se aposentar, tornou-se um comentarista renomado no Brasil, destacando-se ao trabalhar com Galvão Bueno. O astro trabalhou por 25 anos na TV Globo, mas agora segue outro rumo.

Foram seis Copas do Mundo, três Olimpíadas, assim como várias finais de campeonato que ele acompanhou. O próprio fez o anúncio numa mensagem que compartilhou nas mídias, afirmando que agora seguia sua estrada, após um fim da parceria em comum acordo com a emissora.

Além do alto salário de Casagrande na Globo, sua forma de tratar a política dentro do trabalho também pode ter levado a essa decisão. Casagrande afirmou até que a decisão era um alívio para os dois lados, explicando depois que a direção das coisas estava mudando, mas que ele não podia mudar o que era, que sua natureza era crítica.

E, de fato, Casagrande não tinha papas na língua. Fosse jogador ou político, ele expressava o que dizia, mesmo que isso dividisse opiniões. Porém, para ele, isso é o normal, contando que, em sua época de jogador, aprendeu que tinha que se posicionar.

No mês de maio, por exemplo, o comentarista relatou que se incomoda com o silêncio dos jogadores em relação ao meio político e social do Brasil. Também fez críticas à realização da Copa América de 2019, feita no Brasil, durante o ápice do Covid.

O salário de Casagrande na Globo pode ter sido um dos motivos da demissão, mas não o único

A Globo vem reduzindo seu pessoal nos últimos meses, e reduzindo salários também. Mas o salário de Casagrande na Globo, que era alto, não foi um dos únicos motivos para sua demissão.

Além de se incomodar com o silêncio dos jogadores sobre a política e Bolsonaro, do qual é crítico ferrenho, Casagrande também apontou que não consegue entender como eles não falaram nada acerca do caso do Robinho, condenado por abuso sexual.

Leia também: Qual o salário de Pedro no Flamengo?

Numa entrevista feita nesta quinta (7) com o UOL Entrevista, ele relata que nunca foi censurado em relação a falar de Bolsonaro. Contudo, percebeu que seus posicionamentos não estavam mais tendo o mesmo eco antes no meio interno. Relata, assim, que percebeu de maneira indireta uma atitude que parecia incentivá-lo a parar de agir assim.

Na entrevista, afirma ainda que Bolsonaro é o pior presidente da história do país, que possui uma influência horrorosa no Brasil, e que é um dos piores brasileiros do planeta.

Leia mais: Qual o salário de Vinícius Júnior no Real Madrid?

A previsão para fim do contrato era para dezembro, mas tanto ele quanto a Globo resolveram antecipar o final da parceria. Todavia, apesar de tudo, o comentarista parece satisfeito, afirmando que, pela primeira vez, se sente livre. Ele sem dúvidas teve uma história marcante na emissora e no meio esportivo; resta ver para onde segue a partir de agora.