Qual o Salário de Vinicius Júnior no Real Madrid?

O Real Madrid é o maior clube da história da Champions League e agora tem um brasileiro com o seu nome gravado em um capítulo importante da sua enorme história: Vinícius Júnior. O brasileiro, em sua melhor temporada na carreira, teve participação decisiva logo quando mais importava: na final da Champions League. Foi dele o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Liverpool, em Paris.

Aos 21 anos, Vinícius Júnior estreou em uma final de Champions League com um gol, o que é raro na história, como mostramos aqui nas estreias de atacantes na final da competição. Em um jogo que o Liverpool pareceu melhor em parte importante do jogo, o brasileiro surgiu no começo do segundo tempo para marcar o gol que acabou por definir o confronto e o título.

Vinícius chegou a 22 gols em 52 jogos na temporada, sendo o último deles com o gol. Mais do que o gol que decidiu o título mais importante da temporada na Europa, o que Vinícius fez foi se tornar um dos melhores jogadores da Europa nesta temporada. Formou uma dupla espetacular ao lado daquele que provavelmente foi o melhor do mundo na temporada, Karim Benzema.

Segundo estatística da Opta Sports, Vinícius Júnior, com quatro gols e seis assistências, é o primeiro jogador sul-americano a participar ao menos de ao menos 10 gols em uma temporada da Champions League com 21 anos ou menos desde Lionel Messi em 2008/09, quando o argentino fez nove gols e cinco assistências. Não é pouca coisa.

Ao longo da campanha, Vinícius teve atuações fundamentais. Uma delas, crucial, no jogo de ida das semifinais, contra o Manchester City, no Estádio Etihad. Uma grande atuação e um golaço que manteve o time na competição na derrota por 4 a 3.

Antes disso, fora de casa, foi também com uma grande atuação no jogo de ida das quartas de final contra o Chelsea, em Stamford Bridge, quando O Real Madrid venceu por 3 a 1. Ali, ele foi assistente e parceiro ideal para Benzema brilhar. No jogo de volta das oitavas de final, contra o PSG, ele foi crucial nas jogadas que levaram aos gols da espetacular virada por 3 a 1, que valeu a classificação.

Qual o Salário de Vinicius Júnior no Real Madrid?

Atualmente, o ex-jogador do Flamengo recebe 3,2 milhões de euros (17 milhões de reais pela cotação atual) por temporada, um dos valores mais baixos do elenco. Mas para renovar seu vínculo, atualmente até 2024, para 2027, o Real Madrid pretende lhe pagar de 8 a 9 milhões de euros (até 48 milhões de reais).

Trajetória do Craque

O Real Madrid imortal que vimos nos mata-matas da Champions League tem também uma participação importante de Vinícius Júnior. O brasileiro que chegou à Europa ainda sob a desconfiança, até de alguns brasileiros, por ter custado € 45 milhões em 2018, aos poucos ele conquistou o seu espaço. Ganhou seu lugar primeiro no time principal, depois ganhando minutos em campo e, por fim, sendo titular. Nesta temporada, protagonista.

Ele é um jogador temido hoje em dia no futebol europeu e mundial. Chegará como uma estrela da seleção brasileira na Copa do Mundo no Catar. Sempre foi um jogador habilidoso, rápido, mas se criticava a falta de uma melhor tomada de decisão. Ele aprimorou aos poucos, como é natural, considerando que é tão jovem ainda. A maturação aconteceu, ele se tornou um jogador do mais alto nível.

Vinícius Júnior é um companheiro brilhante de Benzema, mas reduzi-lo a isso é pouco. Ele se tornou um protagonista do Real Madrid campeão da Europa pela 14ª vez. Definitivamente, Vinícius entrou para a história da realeza merengue.

Quem é Vinicius Júnior?

Vinícius José Paixão de Oliveira Júnior, mais conhecido como Vinícius Júnior ou Vini Malvadeza (São Gonçalo, 12 de julho de 2000), é um futebolista brasileiro que atua como ponta-esquerda. Atualmente joga no Real Madrid.

Em junho de 2017, Vinícius apareceu na 39ª posição de uma lista do jornal inglês The Telegraph com os melhores jogadores Sub-21 do mundo. Ele foi o único sul-americano a aparecer nessa lista. Em 2017, o atacante entrou para a história do futebol mundial. Com apenas 16 anos, ele foi vendido pelo Flamengo ao Real Madrid por 45 milhões de euros. Este valor representou, à época, a 2ª maior venda da história do futebol brasileiro, atrás apenas da venda de Neymar, e ainda o maior valor já pago por um futebolista com menos de 19 anos de idade.

Carreira

Início

O inicio da carreira futebolística de Vinícius Júnior se deu no ano de 2006, quando seu pai, o levou a uma das escolinhas filiais do Flamengo, no bairro do Mutuá, em São Gonçalo, onde morava. Sua primeira ficha técnica, porém, tinha um detalhe curioso: ele foi inscrito como lateral-esquerdo.”O pai do Vinicius nos procurou quando ele tinha cinco anos de idade e desde novo ele sempre apresentou um desempenho acima dos meninos da idade. Ele sempre foi um menino calmo e tranquilo, nunca deu problema mas sempre acima da média”.
Cacau, professor da Escolinha Fla São Gonçalo, onde Vinicius deu seus primeiros passos no futebol.

Em 2007, Vinícius passou a conciliar os treinos na escolinha do Fla em São Gonçalo com aulas de futsal no Canto do Rio, um famoso clube localizado no centro de Niterói. Lá, ficou até 2010.

Filho de Fernanda Oliveira, e Vinicius José Paixão de Oliveira (de quem herdou o nome) oriundo de uma família humilde, Vinícius Júnior foi morar na Abolição com um tio, Ulisses, para reduzir a distância para o Ninho do Urubu. Passou a receber uma ajuda de custo do Flamengo e um auxílio dos empresários.

Em 2009, quando Vinícius tinha 9 anos, seus pais o levaram para fazer um teste no futsal do Flamengo. O clube viu potencial, mas achou o menino ainda muito novo e pediu para ele voltar no ano seguinte. Ele não voltou, já que seu desejo era jogar futebol de campo, e não futsal. E foi assim que, em agosto de 2010, Vinícius passou na peneira para o futebol de campo do Fla.

Flamengo

Base

Vinícius foi federado pelo Fla aos 10 anos, e desde então foi tratado com o status de “futuro craque”, sendo o principal destaque da base desde o time Sub-13.

Segundo Eduardo Júnior, responsável pela aprovação de Vinícius Júnior na peneira do Flamengo, o garoto “parecia com o ex-meia Adílio, fisicamente e também na capacidade de driblar“. Foi por isso que, já no primeiro campeonato disputado pelo Vinicius pelo Flamengo (a Copa Rio Bonito de 2010) ele ganhou a camisa 8, uma espécie de homenagem ao Adílio.

Aos 13 anos, veio a primeira convocação para a Seleção Sub-15, com o técnico Cláudio Caçapa. Mesmo um ano abaixo, ele já era titular e principal jogador dos infantis do Flamengo. Era o protagonista da chamada “Geração 2000 Rubro-Negra”, que chegou a ficar mais de 90 jogos invicta entre o mirim e o infantil. Em 2015, sagrou-se campeão da Copa Votorantim, torneio equivalente ao campeonato nacional da categoria.

Em entrevista ao Yahoo Esportes, Fábio Barrozo, ex-gerente das categorias de base do Corinthians, revelou que em 2013, o Timão tentou tirá-lo da Gávea, mas não conseguiu. Mesmo assim, dois anos depois, após uma exibição de gala contra o próprio Corinthians, o Alvinegro tentou contratá-lo novamente, fazendo uma oferta muito boa, completamente fora da realidade para um menino de sua idade, mas sem sucesso.

Em 2016, Vinícius subiu aos juvenis, e a história se repetiu. Mesmo um ano mais novo do que limite da categoria determina, ele se tornou protagonista do time. Marcou dez gols, foi o grande assistente da competição formando parte de um ataque que marcou mais de 52 gols, e ajudou o Flamengo a sagrar-se campeão do Campeonato Carioca Sub-17.

Mas a fama de fato veio em 2017, quando Vinícius participou pela primeira vez da Copa São Paulo de Futebol Júnior, e, mesmo tendo três anos a menos que a idade permitida, foi um dos destaques do torneio. Logo na estreia do Rubro-Negro na competição, Vinícius entrou no decorrer da partida e marcou dois gols na goleada por 5 a 0 diante do Central. Foi destaque pelo Flamengo diante o Nacional de São Paulo em uma goleada por 6 a 0, em que Vinícius contribuiu com duas assistência e provocando dois cartões amarelos ao time adversário. Foi o herói da classificação Rubro-Negra para às quartas de final da Copinha marcando de peito o gol da vitória por 2 a 1 diante do Cruzeiro no final do jogo.

As atuações de destaque de Vinícius Júnior pelas categorias de base do Flamengo e da Seleção Brasileira geraram grande interesse do clubes europeus em seu futebol. Publicações de jornais europeus, como Sport, El Confidencial e o As publicaram algumas matérias falando sobre Vinícius Júnior, chamando-o de “novo Neymar do futebol brasileiro”.

Para se cercar do assédio dos clubes europeus, o Rubro-Negro firmou o primeiro contrato profissional assim que o jogador completou 16 anos (que é a idade mínima que a legislação permite que um atleta assine um contrato profissional), com uma multa estipulada em 30 milhões de euros (aproximadamente R$ 100 milhões), com o Fla ficando com 90% dos direitos econômicos e 10% pertencendo ao atleta. Vinícius teve o contrato registrado na CBF em 1 de agosto de 2016. Embora a Lei Pelé autorize vínculos por cinco anos, a FIFA reconhece apenas por três anos. Por isso, o Rubro-negro o firmou até 31 de julho de 2019. A partir deste contrato, o Flamengo iniciou um consistente plano de carreira para a promessa. A elaboração de um novo contrato (subindo a multa rescisória para um valor que seja suficiente para que, se for paga, seja a maior venda do futebol brasileiro) e o aproveitamento em etapas no time profissional são os pontos principais.

Grandes clubes europeus como Barcelona e Real Madrid foram os primeiros a manifestar interesse na contratação do jovem atacante com suas atuações de destaque pela base do Flamengo e da Seleção Brasileira, tanto que durante a Copa São Paulo de Futebol Júnior o time catalão enviou um olheiro para acompanhar de perto as atuações de Vinícius. Em maio o Real Madrid ofereceu 45 milhões de euros (cerca de R$ 157 milhões) para levar o atacante para Espanha próxima temporada, quando completará 18 anos e a legislação permitirá sua transferência, proposta essa que superou a do rival Barcelona que havia oferecido 25 milhões de euros (R$ 87,33 milhões) por Vinícius.

Referências:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Vin%C3%ADcius_J%C3%BAnior

https://trivela.com.br/europa/champions-league/vinicius-junior-coroa-a-temporada-que-se-tornou-protagonista-com-um-lugar-na-historia-do-real-madrid-e-da-champions/