auxilio gasolina 2

Por que a gasolina está tão cara no Brasil? Entenda o motivo!

Todo mundo que possui seu próprio meio de transporte deve ter se assustado com os novos valores nos postos de gasolina. Mas por que a gasolina está tão cara no Brasil?

No dia 10, a Petrobras anunciou o reajuste de 18.8% no preço da gasolina a ser cobrado nas refinarias. A implementação ocorreu no dia 11, e o óleo diesel não escapou: seu preço foi reajustado em 24.9%.

A Petrobras ainda ajustou o Gás Liquefeito de Petróleo em 16%. A decisão já afetou o preço de produtos ligados ao petróleo. Segundo projeções, os valores chegariam a R$ 150 para 13kg num botijão de gás, R$ 8 no diesel e R$ 9 no litro da gasolina comum.

A composição no preço da gasolina

De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, cinco fatores principais afetam o preço da gasolina: o preço da produção; o preço na mistura do etanol; as taxas federais; as taxas estaduais e a distribuição, transportação e revenda.

Desde 2016, a Petrobras adotou um sistema chamado de Política de Paridade de Importação (PPI). Em síntese, implica em preços que seguem a estimativa internacional. Consequentemente, por estar de acordo com esse tipo de política, o aumento é consequência do crescimento global no preço do petróleo.

Antes da guerra, os preços já tinham incrementado no aumento da inflação.

No IPCA, que serve como índice principal de referência para inflação, o acúmulo de aumentos no ano passado foi de mais de 40% para combustíveis de veículos e 30% para domésticos, muito acima da inflação generalizada, que foi de 10.06%.

Com a possibilidade do ocidente sancionar ainda mais as fontes russas, bem como as possíveis consequências do pós-guerra, é possível que o barril alcance os $200, assim trazendo um preço ainda maior no Brasil.

auxilio gasolina 7

O papel da Petrobras na alta do preço

Nesse interim, a Petrobras enfatiza que os componentes no preço da gasolina o incrementam antes dele alcançar o consumidor: as taxas estaduais e federais somam em 39.1% do preço.

Custos para adquirir e misturar o etanol, 15.7%. Por fim, 12.2% para as companhias responsáveis pela distribuição e revenda.

O IBGE aponta que o combustível acumulou aumento de 27.5% esse ano, e que os preços no último ano subiram em 37%.

Carla Ferreira, uma pesquisadora do Ineep, relatou ao Portal Uol que isso é fruto do método de precificação que a Petrobras adotou anos atrás.

Por associar os valores no Brasil com o preço internacional para o barril de petróleo, os preços no país sofrem de acordo com mudanças externas.

Além disso, com a desvalorização do real face ao dólar, os preços também aumentam.

A pesquisadora, enfim, aponta que a questão principal gira em torno do preço vindo da refinaria, que se origina da política de paridade adotada.

Isso explicaria, em suma, o motivo principal de por que a gasolina está tão cara no Brasil.

Em conclusão, a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Fertilizantes estima que o litro da gasolina pode chegar aos R$ 7.02. Atualmente, ele está no valor de R$ 6.57.

O diesel poderia subir a uma média de R$ 6.48 por litro, face ao valor atual de R$ 5.60.