Dicas para não cair na malha fina da Receita Federal

Quer saber como não cair na malha fina? Uma vez que essa é uma dúvida recorrente, separamos várias dicas de como evitar que isso ocorra com o seu imposto de renda.

Cair na malha fina é o pesadelo de muitas pessoas, certo? Por isso, estar sempre bem atento às mudanças na tabela é essencial para não cometer algum erro e acabar nessa situação. A seguir saiba tudo que precisa a respeito do assunto e não tenha mais nenhuma dúvida!

O imposto de renda é a declaração do seu patrimônio, tudo que é seu e/ou que você tem gastos devem ser declarados. Dessa forma, é como o governo com a Receita Federal verifica a evolução do seu patrimônio e garante que tudo foi tributado corretamente. Todo mundo já passou por algum estresse relacionado a declaração de imposto de renda, não é mesmo?

Decerto essa não é a tarefa mais simples, e se atentar aos detalhes é de suma importância. Sabendo disso, neste artigo vamos ajudar quem precisa, principalmente para saber quais os cuidados que devem ser tomados para não ter nenhuma irregularidade na declaração.

A principal causa dessa situação são os pequenos erros que podem ocorrer, deixando de colocar algum rendimento ou gasto. Mas tá tudo bem, às vezes cometemos erros e isso é completamente normal.

Entretanto, essa falta de atenção ou não saber de algumas regras é um problema que pode ser solucionado facilmente. Ou seja, não é muito difícil saber declarar tudo certinho se você tiver algumas informações importantes.

Sabendo disso, preparamos as dicas para não cair na malha fina da receita federal. Continue lendo e saiba de tudo que precisa saber, passar por essa situação.

dicas para não cair na malha fina da Receita Federal

O que significa cair na malha fina?

Ok, agora você já tem uma ideia do que pode te causar esse transtorno e te colocar nessa situação, não é mesmo? Mas você caiu aqui de paraquedas e nem mesmo sabe o que é cair na malha fina? Bom, então vamos te situar a respeito e falar um pouco dessa situação. Afinal, mesmo que não queira estar nela, é de suma importância entender como funciona o processo, e caso precise de uma informação dessas já terá.

Estar na malha fina consiste basicamente na situação em que a sua declaração de imposto de renda fica retida na receita federal. Isto é, se tiver algum dado incorreto, alterado ou incompatível isso pode acontecer com o seu IR. As declarações são recebidas pela Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB) para serem analisadas e verificadas. Ou seja, é feito uma comparação e pesquisa verificando a veracidade dos fatos registrados.

Esse cruzamento de informações é possível devido ao sistema integrado que é utilizado pela receita com esse fim. Além disso, essa verificação é automática e começa assim que os primeiros documentos são recebidos. Portanto, se qualquer informação for falsa ou não for compatível, ela certamente será detectada por ele.

A saber, todo esse processo e suas respectivas consequências negativas podem ocorrer tanto com pessoas físicas quanto com pessoa jurídica também. Caso caia na malha fina, a pessoa fica retida até serem esclarecidos e corrigidos os erros. Porém, mesmo que pareça muito difícil não deixar nenhum erro, isso pode ser mais simples do que parece, basta se atentar a alguns detalhes. Confira algumas dicas para isso a seguir.

Como não cair na malha fina

Para não cair na malha fina é bem óbvio, você deve seguir na legalidade, não cometa o erro de tentar fraudar algum documento no IR. Sabendo da importância de ter um imposto de renda perfeito, listamos algumas das mais importantes dicas e aspectos que devem ser notados ao declarar, confira:

  1. Faça sua declaração com antecedência, assim você pode conferir cada detalhe e garantir não tem nada de errado;
  2. As informações têm que estar alinhadas com as fornecidas pelas fontes dos pagamentos;
  3. Caso declare com seu cônjuge, preste atenção redobrada nos rendimentos de ambos;
  4. Não deixe de anexar corretamente todos os comprovantes de rendimento;
  5. Apresenta dados legítimos, sem fraudar nada;
  6. Não esqueça de declarar todos os seus rendimentos que sejam tributáveis;
  7. Caso pague ou receba pensão alimentícia, a declare;
  8. Não pode colocar a mesma pessoa declarada em dois ou mais documentos;
  9. Declare seu plano de saúde e todos os seus dependentes se tiver;
  10. Se recebeu algum prêmio em loteria, não deixe de declarar também;
  11. Despesas com educação, como escola faculdade, exceto por cursos não autorizados, devem ser declarados;
  12. Declare renda variável;
  13. Perdas e ganhos de capital;
  14. Não é necessário declarar doações a instituições não autorizadas pela receita;
  15. Qualquer imóvel ou bem que você poderá ter fora do país deve ser declarado juntamente;
  16. Fique atento à pontuação ao colocar os valores, o sistema que a receita federal utiliza não reconhece o ponto!

Ufa! Essas foram algumas dicas essenciais para você não ficar mais perdido e não saber onde recorrer. Desta forma, pode utilizar essa lista para se guiar e conferir antes de enviar seu Imposto de Renda, evitando transtornos futuros.