Como fazer o recadastramento do auxílio brasil?

Acabou tendo problemas e por alguma divergência terá de realizar novamente o cadastro no Auxílio Brasil? Neste momento, o primeiro passo é não se desesperar e procurar entender por que a necessidade de realizar novamente uma visita ao Centro de Referência de Assistência Social.

De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Cidadania, com a ampliação do programa que substitui o Bolsa Família, ao menos 18 milhões de famílias estão sendo contempladas com o benefício. A inscrição que já era utilizada no Bolsa Família, desde que esteja com todos os dados atualizados, será aproveitada e não exigirá realizar um novo cadastro para o Auxílio Brasil.

O Cadastro Único é o programa que reúne todas as informações necessárias para definir quais são as famílias de baixa renda que vivem no Brasil. É através desse programa que o Governo Federal, juntamente com os estados e municípios identificam quais são os brasileiros que podem ser alvos de programas sociais.

Recadastramento do Auxílio Brasil: como fazer, afinal?

Até o momento, o governo federal ainda não definiu as regras para um possível recadastramento do Auxílio Brasil, considerando que a prestação social está sendo paga há poucos meses.

Desta forma, basta que o beneficiário mantenha o seu Cadúnico atualizado para continuar recebendo todos os meses o valor através do aplicativo Caixa Tem.

Portanto, ainda não existe a necessidade de fazer esse recadastramento.

cropped-emprestimo-auxilio-brasil.jpg
Recadastramento do Auxílio Brasil

Valor dos pagamentos do Auxílio Brasil passou por reajuste em 2022

Neste ano, o valor de pagamentos médios do Auxílio Brasil recebeu um aumento de quase 20%, saltando dos R$ 190 que eram pagos até novembro de 2021 para os R$ 224,41 que foram definidos como tíquete médio do novo Auxílio Brasil.

De acordo com o Governo Federal, o objetivo do novo programa de transferência de renda tem como objetivo promover a garantia de renda com foco na superação da vulnerabilidade social que milhões de famílias no Brasil infelizmente enfrentam.

Com a redução do nível de pobreza no Brasil, o Governo Federal entende que também é possível desenvolver uma melhor educação no país, por conta de que as famílias, mesmo as mais vulneráveis, passam a ter melhores condições de vida através do sucesso de um programa de transferência de renda.

Entenda quais são os benefícios básicos do Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil é composto por até três benefícios básicos, desde o Benefício de Primeira Infância, Benefício de Composição Familiar e Benefício de Superação de Extrema Pobreza, além de outros seis benefícios que complementam o programa.

Os três benefícios básicos podem ser pagos de forma acumulativa obedecendo o grupo familiar, sendo que o benefício de primeira infância obedece um limite de até 5 membros por família. Atualmente, só pode se inscrever no Cadastro Único quem consegue comprovar uma renda de até meio salário mínimo (R$ 606,00).

Como informamos acima, ainda não existe uma previsão para que seja realizado o recadastramento do Auxílio Brasil.