cropped-auxilio_brasil_0812214996.jpg

Auxílio Brasil: empréstimo consignado é liberado!

Na última quinta-feira, o governo federal anunciou a liberação de empréstimos para beneficiários do Auxílio Brasil, com taxas de juros mais baixas e descontados diretamente na folha de pagamento dos beneficiários.
O Auxílio Brasil é um programa que beneficia mais de 18 milhões de pessoas com valor médio de R$ 408,84 para pessoas em extrema vulnerabilidade social. Na ideia original do benefício já existia um empréstimo, mas foi excluído pela Câmara dos Deputados por causa do risco de superendividamento dos beneficiários.

Mas com o objetivo de melhorar economia, o governo liberou o empréstimo. Quem precisar do empréstimo pode garantir de 30 a 40% do benefício, e há planos de fixar a taxa de juros em 3% ao ano. Beneficiários de LOAS/ BPC também podem fazer a transmissão.

Como vai funcionar o empréstimo consignado no Auxílio Brasil?

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil pode ser bem útil, pois aumenta a condição de crédito do cidadão. Ele funciona como um crédito comum, todavia, é mais acessível do que estão no mercado. Isso porque, como há uma renda garantida a ser descontada, é possível fazer a consignação. A porcentagem é, ainda, bem atrativa.

Do valor total da renda líquida, o empréstimo pode colher até 40%. Essa margem aumentou, também, com a MP que recebeu a aprovação, pois era de 35%. O aumento de 5% irá, provavelmente, aumentar ainda mais a demanda pelo empréstimo.

Esse teto é o limite obrigatório do empréstimo. E ele determina, também, qual porcentagem será direcionada a cada coisa. São 35% para o empréstimo, com os 5% restantes para o cartão de crédito.

Num exemplo simples, peguemos o valor de R$ 1.212 do BPC. R$ 424,2, ou 35% desse valor, irão para o empréstimo. Cumprindo o resto da margem, há ainda os R$ 60,6 (ou 5% da renda) para o cartão de crédito.

empréstimo consignado auxílio brasil
auxílio brasil

Quanto estará disponível?

Embora já esteja aprovado o empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil, o projeto ainda precisa passar por regulamentação do governo, para definir detalhes importantes.

Entre outras questões, o governo precisa estipular quais são os Bancos credenciados, bem como, questões internas de sistemas da Caixa Econômica, visando permitir o desconto do empréstimo consignado no Auxílio Brasil.

Considerando que o Governo tem pressa em injetar esse dinheiro na economia, tais medidas deve sair muito em breve possibilitando que os beneficiários tenham finalmente acesso ao empréstimo consignado.