A importância de saber poupar dinheiro desde criança

Mesmo que muitas pessoas acreditem que finanças são um assunto para adultos, quanto antes uma criança aprende a poupar, melhores são os resultados.

O mercado financeiro é complexo e isso não podemos negar, mas dizer que é uma área que apenas pessoas de mais idade podem participar é estar equivocado.

Mesmo sendo um tema amplo, a educação financeira infantil tem sua importância e saber desde jovem a poupar pode auxiliar a pessoa ter um crescimento economicamente saudável, que ampliará os horizontes em um futuro não muito distante.

As benfeitorias que o aprendizado antecipado sobre o mercado financeiro trazem para qualquer pessoa são inúmeras, mas separamos algumas que vão incentivar você a passar esses ensinamentos para seus filhos.

Noção de gastos

Finanças pessoais são um tema delicado para muitas pessoas, que acabam entrando em dívidas quando começam a ganhar o próprio dinheiro. Um dos principais motivos de toda essa confusão é a falta de entendimento e de proximidade com limite de gastos.

Ter proximidade com o valor do dinheiro desde jovem, seja através de uma mesada ou até brincadeiras lúdicas, auxilia na conquista desse conhecimento, garantindo que no futuro não ocorram surpresas com o primeiro salário ou acesso a meios de crédito.

Planejamento do futuro

Quem tem ciência de quanto gasta e ganha consegue um maior conforto para iniciar aplicações financeiras. Seja através de investimentos ou simplesmente guardando certa quantia na poupança, o planejamento se mostra mais claro e simples.

Dessa forma, a pessoa consegue prever os próximos passos financeiros, definindo metas para a compra de bens e até mesmo estratégias para uma aposentadoria.

Estabilidade financeira

Com noções básicas sobre gastos e a junção de um bom planejamento financeiro, o futuro de quem tem esses entendimentos muitas vezes será mais estável.

Seguindo bem as metas e estratégias que são traçadas na juventude, a probabilidade de uma estabilidade financeira estará mais próxima se comparada a quem não teve acesso a esses aprendizados.

Se trata de um aprendizado contínuo

Por mais que seja incentivada a inserção de crianças e jovens no aprendizado financeiro, é preciso ter noção quanto às limitações que cada pessoa possui. O conhecimento necessita de uma abordagem lúdica, com fácil entendimento para o aluno e com aprendizado contínuo.