Qual o maior banco dos EUA?

Qual o maior banco dos EUA? Confira aqui!

Os Estados Unidos continuam como uma das grandes potências mundiais. Ainda que se encontrem numa fase que se distancia dos momentos de glória, sua influência e importância no cenário global continuam. Mesmo que a China esteja ascendendo, e que o mundo está mais multipolar, o papel dos Estados Unidos na ordem atual se mantém.

Seu poder ocorre tanto na esfera política como militar e financeira. Em termos econômicos, os EUA continuam com um grande poder. O dólar ainda é a maior moeda do mundo, e deve continuar assim por um tempo. Além disso, a economia estadunidense é referência para outras economias ao redor do mundo.

Leia também: Qual o valor do salário mínimo nos EUA em 2022?

Investidores e mercados internacionais estão sempre de olho no que acontece lá. Bem como, os países ao redor do planeta tentam chamar atenção do gigante, especialmente em termos de investimentos. Com uma história curta, mas marcante, uma das características dos EUA são seus bancos. A liberdade financeira sempre foi importante no país.

Assim como a democracia, o poder de escolher seu próprio rumo e de ter condições financeiras boas ainda faz parte do sonho americano. E seus bancos são importantes não apenas para a economia nacional, mas para a economia global num todo.

No ano de 2021, os 10 maiores bancos do país tiveram um lucro de US$ 179,9 bilhões, um aumento de US$ 88,1 bilhões comparado ao ano anterior. Sua importância no país é tanta que eles dominam acima de 50% do mercado norte-americano.

Ou seja, é fácil notar que o setor bancário do país é um dos principais responsáveis pela atividade econômica nos EUA, movimentando trilhões de dólares todo ano.

Veja: Banco Inter quer se transformar no banco para imigrantes nos EUA: saiba mais!

Qual o maior banco dos EUA?

O maior banco dos EUA é o JPMorgan Chase & Co. A multinacional é um banco de investimentos, operando em mais de cem países no mundo. Localiza-se na cidade de Nova York, e é não apenas o maior banco dos Estados Unidos, mas o maior em termos de capitalização de mercado.

Além disso, é o quinto maior banco do mundo em termos de ativos, somando uma quantia acima de US$ 3 bilhões. É um líder mundial em termos de finanças.

Seus serviços incluem investimentos, administração de ativos e de riquezas privadas, assim como atividades fiduciárias. Em 2021, o banco teve um lucro de US$ 29,31 bilhões, somando US$ 3,7 trilhões de ativos. No mesmo ano, o banco soma mais de 270 mil empregados.

Seu predecessor foi o Manhattan Company, fundado em 1799. Isso significa que o JPMorgan Chase é um dos bancos mais antigos do mundo, e uma opção tradicional. Sem dúvidas, o que o mantém na ativa é sua capacidade de se adaptar.

Hoje, o banco investe em tecnologias para aprimorar seus serviços. São bilhões de dólares investidos na melhoria de suas operações, com avnaço na tecnologia bancária, incluindo um desenvolvimento na área de inteligência artificial. Isso é essencial para se manter no mercado e chamar atenção das novas gerações.

O banco já passou por escândalos e prejuízos no passado, mas se mantém, ainda, no topo do mercado norte-americano.