Empréstimo na conta de luz, saiba como fazer!

Empréstimo na conta de luz, como fazer? Confira aqui!

A pandemia trouxe diversas consequências ao país. Uma delas foi no setor econômico. Assim, muitos brasileiros se viram diante uma situação financeira desfavorável. Isso gerou dívidas, além de um aumento na inflação. O preço dos bens de consumo aumentou, mas o salário mínimo continua num valor baixo, de R$ 1.212.

Portanto, muitos brasileiros buscam outras alternativas. Isso porque precisam de uma forma de custear suas finanças, ou as dívidas podem se acumular. Assim, consideram o mercado de crédito como uma opção. O crédito é uma forma de obter diferentes tipos de empréstimo. Então, depois de obter o valor, o cliente o paga mais tarde, mediante juros.

Leia também: Empréstimo Nubank compensa?

Não é um aumento na renda, mas uma outra forma de lidar com o dinheiro. Isso porque é um empréstimo, não um auxílio; ou seja, o indivíduo terá que pagar o valor depois, de alguma forma. Uma das opções de empréstmo atuais são na conta de luz. Nesse caso, o valor da parcela vem na conta de luz, como um acréscimo.

Essa modalidade é mais recente no mercado. Ela oferece algumas vantagens, como ter uma taxa de juros mais baixa que o comum. Isso ocorre porque, por se associar à conta de luz, há uma garantia maior de que o indivíduo vai pagar. Afinal, é difícil alguém deixar esse tipo de conta de lado. Portanto, como há uma garantia, os juros se tornam menores.

Assim, esse tipo de crédito tem uma análise menos burocrática, e funciona inclusive para quem está negativado, ou com um score de valor baixo. O valor do empréstimo tem desconto na conta de luz.

Veja: Empréstimo consignado Auxílio Brasil: vale a pena fazer?

Empréstimo na conta de luz: como fazer

O funcionamento é bem simples. Após obter o empréstimo, vocÊ paga as parcelas junto ao valor da conta de luz. Como é uma conta importante, há a garantia maior de que o cliente vai pagá-la, portanto, os juros são mais baixos do que o comum.

O valor do empréstimo pode variar. De maneira geral, o valor fica entre 500 e 2500 reais, com um prazo de pagamento entre 3 a 18 meses. Assim, há uma negociação do empréstimo. Além disso, esse tipo de crédito só está disponível em alguns estados do Brasil: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Goiás e Ceará.

Portanto, para esse tipo de empréstimo, você primeiro precisa conferir se a sua companhia oferece esse serviço. É possível fazer isso através do site da companhia, ou ligando para entrar em contato. Assim, você se informa como o processo funciona, e solicita uma simulação.

Na simulação, você consegue conferir como o empréstimo pode ocorrer. Depois disso, confirme o pedido com a instituição. Você vai precisar cumprir alguns critérios, como ser maior de 21, ter conta bancária onde é o titular, e estar em dia com as contas. Algumas das companhias que oferecem o serviço são a Enel, Celesc, Light e CPFL.

Lembre-se de que o serviço é um empréstimo. Assim, ainda que haja a vantagem de uma taxa de juros menor, você terá que pagar as parcelas de todo jeito. Portanto, faça um planejamento e confira se elas cabem no seu bolso, para evitar problemas futuros.