Calendário PIS/PASEP em Março, confira!

O Calendário PIS/PASEP em Março está disponível, e 22 milhões de pessoas vão receber o benefício. Já conferiu qual é seu dia de receber o abono salarial?

Calendário PIS/PASEP em Março

Segundo o Governo Federal, Março será o mês de pagar o abono salarial aos beneficiários com NIS terminado em 6 ou nascidos em Julho. Já fazia pelo menos um ano que o Governo não regularizava o benefício trabalhista.

Até março, já são pelo menos 22 milhões de pessoas recebendo o abono salarial. Os pagamentos começam no dia 15 e vão até dia 31 de março, quando se encerra o depósito para todos os inscritos. Segundo o Governo, os beneficiários receberão o valor em suas contas no Caixa TEM.

Veja aqui o calendário PIS/PASEP em março de 2022:

Calendário de pagamento do Pasep de 2022

  • Final 0 e 1: pagamento no dia 15 de fevereiro
  • Final 2 e 3: pagamento no dia 17 de fevereiro
  • Final 4: pagamento no dia 22 de fevereiro
  • Final 5: pagamento no dia 24 de fevereiro
  • Final 6: pagamento no dia 15 de março
  • Final 7: pagamento no dia 17 de março
  • Final 8: pagamento no dia 22 de março
  • Final 9: pagamento no dia 24 de março

Calendário de pagamento do Pis de 2022

  • Nascidos em janeiro: pagamento no dia 8 de fevereiro
  • Nascidos em fevereiro: pagamento no dia 10 de fevereiro
  • Nascidos em março: pagamento no dia 15 de fevereiro
  • Nascidos em abril: pagamento no dia 17 de fevereiro
  • Nascidos em maio: pagamento no dia 22 de fevereiro
  • Nascidos em junho: pagamento no dia 24 de fevereiro
  • Nascidos em julho: pagamento no dia 15 de março
  • Nascidos em agosto: pagamento no dia 17 de março
  • Nascidos em setembro: pagamento no dia 22 de março
  • Nascidos em outubro: pagamento no dia 24 de março
  • Nascidos em novembro: pagamento no dia 29 de março
  • Nascidos em dezembro: pagamento no dia 31 de março

Quem tem direito ao PIS/PASEP?

Calendário PIS/PASEP em Março, confira!

Os trabalhadores que estão recebendo PIS/PASEP agora são aqueles que contribuíram durante o ano base de 2019. Estão válidas as pessoas que:

  1. estão inscritas no programa há pelo menos cinco anos;
  2. contribuíram por pelo menos 30 dias durante o ano base, ganhando até dois salários mínimos, em média;
  3. Tem os dados corretos e devidamente informados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial. Atualizar as informações é uma obrigação do empregador.

Se passar o dia 31 de março e você não tiver recebido nada, busque saber o que aconteceu. Pode ter sido um erro de sistema ou do cadastro, por culpa do próprio governo, mas algo pode ter dado errado na sua inscrição, também.

O ideal, para evitar maiores complicações, é buscar o serviço Consulta Trabalhador. Eles vão informar que houver algum erro no RAIS ou qualquer outro problema que esteja impedindo o recebimento do abono salarial.

Se precisar, existem outros canais de comunicação: o Alô Trabalhador, pelo número 158, e os aplicativos Carteira de Trabalho Digital e Caixa Tem.