Qual banco libera empréstimo para MEI? Veja os melhores!

Precisando de dinheiro para movimentar seu negócio? Veja qual banco libera empréstimo para MEI e como conseguir as melhores condições!

Qual banco libera empréstimo para MEI?

Qual banco libera empréstimo para MEI?

Não é fácil abrir uma empresa. Às vezes, conseguir o dinheiro necessário para manter seu negócio funcionando é uma luta. Nessas situações, muitos microempreendedores buscam alternativas viáveis. Existem muitos tipos de micro crédito, e isso pode ser um pouco confuso.

Uma boa opção é procurar um banco que libera empréstimo para MEI. Aqui, reunimos alternativas para quem está buscando as melhores condições de empréstimo.

BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social está com uma nova linha de crédito especial para MEIs. O microempreendedor pode conseguir até R$ 20 mil e, por ser uma iniciativa do Governo Federal, as taxas de empréstimo tendem a ser mais em conta.

Para pedir o dinheiro, é preciso atividades produtivas de pequeno porte e ter uma receita bruta máxima de R$ 360 mil por ano. O valor é liberado, inclusive, para capital de giro e outros investimentos iniciais. O microempreendedor também pode optar por fazer obras e comprar maquinário com o empréstimo.

A tarifa é de 4% ao mês, mas cobre todos os encargos. Também existe a cobrança administrativa, mas seu valor nunca é maior do que 3% do valor do empréstimo.

A solicitação deve ser feita por meio do canal do MPME no site do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Notadamente, cada solicitação terá um agente operacional responsável por avaliar a probabilidade de concessão de crédito e as condições da linha de crédito.

Além dos empréstimos, o banco também preparou um cartão de crédito para pessoas do MEI. Sua taxa de juros é de 1,1% ao mês e pode ser parcelado em até 48 meses. O cartão de crédito é pré-aprovado e recorrente, e deve ser aceito em mais de 70 mil lojas em todo o país.

Microcrédito Banco do Brasil

Disponível no país todo. O empreendedor deve ter conta bancária na instituição.

Para conseguir o crédito, também é preciso apresentar garantia pessoal de terceiro (fiador). Não pode haver dívida no sistema financeiro nacional não pode ultrapassar R$ 40.000 (exceto operações de crédito habitacional).

A taxa é de 3%. O valor do financiamento é liberado de acordo com as necessidades do negócio. São necessárias visitas de agentes e os bancos realizam análises cadastrais e de crédito.

Microcrédito Bradesco

Não contém informações se o serviço é aplicado em todo o Brasil, mas basicamente o microempreendedor tem que enviar uma solicitação e a agência será orientada a falar com o gerente.

Será feita uma consulta de crédito. Caso queira fazer uma solicitação e saber mais informações, como taxas e número de parcelas, acesse este site.

Microcrédito Santander

Para solicitar o microcrédito, você deve ser o titular da conta. As taxas de juros para microfinanças variam de 2,4% a 4%, e a aprovação está condicionada à análise de crédito.

As informações do site oficial mostram que o serviço está disponível atualmente em São Paulo, Rio de Janeiro e alguns estados do Nordeste, e exige que um grupo de 3 ou 4 empresários se unam e se responsabilizem pelo parcelamento.