Autofinanciamento é crime? Veja aqui!

Autofinanciamento é crime? Essa é a pergunta que vamos responder nessa matéria completa sobre o assunto. Entretanto, para saber a resposta dessa pergunta é necessário ler a nossa matéria até o final para não perder nenhuma informação. Desejamos para você uma ótima leitura!

Autofinanciamento é crime? O que é isso?

Primeiramente, precisamos falar o que é o termo autofinanciamento. Afinal, se você não sabe o que significa, como saberá que é um crime ou não? Além disso, queremos que independente do seu conhecimento, você consiga ler a nossa matéria completamente.

É importante dizer logo agora que existem dois tipos de autofinanciamento. Entretanto, vamos explicar primeiramente o que significa o termo.

Autofinanciamento é um termo quando a pessoa se financia sozinha. Isso pode acontecer para uma pessoa física ou para uma pessoa que esteja no mundo dos negócios. Uma vez que o financiamento depende de uma instituição. O “Auto” na frente do financiamento mostra que é algo independente.

A melhor forma de entender é utilizando o exemplo. Imagine o seguinte: você quer comprar um apartamento no centro da cidade que você gostou.

Dificilmente você terá o valor para pagar à vista. Dessa forma, você pode fazer um financiamento utilizando uma instituição financeira. Digamos que você escolha o seu banco para ser o intermediador da sua compra.

Naturalmente o seu banco cobrará juros pelo financiamento. Infelizmente, esse valor com o tempo vai se tornando mais caro do que você cobraria o apartamento à vista.

Dessa forma, no autofinanciamento você não precisa desse intermediador. Você não terá também que pagar juros e portanto é independente. Agora que você entendeu o termo, naturalmente pode estar fazendo a pergunta: Por que isso seria crime de alguma forma?

Para responder isso precisamos lembrar que existem dois tipos de financiamento para você fazer. O termo é basicamente o mesmo, mas uma forma é permitida por lei e a outra não.

No próximo tópico, vamos mostrar quais são esses dois tipos de financiamento e porque um é permitido e outro não. Com certeza será uma informação nova para você porque isso é algo recente.

Autofinanciamento é crime: Como saber se estou cometendo crime?

O que significa ES DEB RET
Autofinanciamento é crime

Agora que você já entendeu o que é financiamento, autofinanciamento e que existem dois tipos, está na hora de falar qual deles é o problema. Primeiramente, vamos explicar aquele financiamento seguro e sem problemas, para você não ter dor de cabeça.

O autofinanciamento legal é quando você junta uma determinada quantia para pagar à vista. Lendo isso, parece algo bastante simples e realmente é. Porém, essa maneira legal de autofinanciamento pode ser feita das mais diversas formas.

Imagine novamente o apartamento que você quer comprar segundo nosso exemplo. Imagine que esse apartamento é no valor de 500 mil reais. Muito provavelmente você vai trabalhar a sua vida inteira e não conseguirá juntar esse valor para pagar.

Por isso que existem os consórcios, por exemplo. Onde você paga primeiro o valor e não os juros que estão sobre ele. Dessa forma, você conseguirá comprar esse apartamento por exemplo, à vista e com autofinanciamento.

Lembrando que o consórcio não se encaixa como uma instituição porque você não pagará juros sobre um valor emprestado. Dessa forma, ainda é considerado um financiamento independente.

Entretanto, o financiamento ilegal é aquele que vai contra os termos a fim de fraudar uma determinada informação com simulação.

Vamos explicar melhor, está acontecendo uma simulação de vendas em maquininhas. Vendas que não são reais e tem o objetivo de pagar a sua própria fatura. Mais uma vez, a melhor forma de entender qualquer coisa é com exemplos

Como funciona o autofinanciamento ilegal: Veja aqui!

Imagine que você tem uma fatura de R$500,00 no seu cartão de crédito. Para você conseguir o valor, você se acha esperto e simula uma venda em sua maquininha de R$500,00 e paga o valor do cartão. Dessa forma, o próprio credor está pagando a dívida.

Uma vez que as taxas da maquininha são menores do que o cartão de crédito. Além disso, a dívida é postergada por meses com facilidade. Levando no fim das contas, um prejuízo por parte do credor.

Entretanto, isso é considerado uma fraude contra o sistema financeiro nacional. Dessa forma, esse é apenas um exemplo de autofinanciamento ilegal. É um autofinanciamento simulado a fim de obter vantagem por meio de fraude.

Gostou da nossa matéria sobre autofinanciamento é crime? Comente abaixo sua opinião e se essa matéria ajudou você.