servicos-meu-inss-1

A empresa está recolhendo o seu INSS? Veja como consultar!

A empresa está recolhendo o seu INSS? Veja como consultar!

A contribuição ao INSS é um direito do trabalhador. Ela ocorre como meio de fornecer uma quantia à Previdência Social. Mais tarde, essa quantia é retornada ao trabalhador. Ou seja, em períodos de necessidade, por questões de gravidez, saúde ou aposentadoria.

O valor, portanto, é uma cobertura de segurança. Esse recurso é necessário a milhões de brasileiros, e uma obrigação do empregador de fazer o repasse. INSS, por sua vez, é sigla para “Instituto Nacional do Seguro Social”. Assim, responsabiliza-se pelo recolhimento e repasse dessas contribuições à Previdência Social.

Você deve ter noção dos seus direitos e acompanhar esse repasse se quiser mantê-los. Eles são importantes, portanto, para garantir sua segurança social. As seguintes pessoas podem contribuir:

  • Trabalhadores que tenham carteira assinada, ou seja, trabalho em regime de CLT; isso inclui domésticos. A contribuição ocorre ao mês. O valor percentual, por sua vez, acontece como desconto do próprio salário. Assim, o empregador é quem deve recolher o valor;
  • Contribuintes individuais; essas pessoas fazem a própria contribuição; incluem-se aqui os MEIs e trabalhadores autônomos; o pagamento é o da GPS, que é o Guia de Previdência Social;
  • Indivíduos com idade acima de 16 anos que querem contribuir; incluem-se aqui desempregados, donas de casa e estudantes; o pagamento também é feito pela GPS.

Além disso, é importante entender que o repasse deve ser feito para manter sua segurança. Caso contrário, você será prejudicado. Isso porque, quando for necessário obter o retorno, ele não ocorrerá da maneira devida. Ou seja, podem haver atrasos, ou até a negação do recurso. Assim, você deve acompanhar os valores.

inss-pagamentos-meu-inss-aplicativo-24012022164844241

Como consultar se a empresa está recolhendo o seu INSS

A contribuição permite uma renda em situações como pensão por morte, aposentadoria, auxílio-doença e licença-maternidade. Assim, pode ser necessária a qualquer momento. Portanto, para consultar se a empresa está fazendo o repasse, você tem as seguintes opções:

  • Pelo portal do Meu INSS: faça o login com suas informações; se for a primeira vez, terá que fazer o cadastro; a senha deve ter pelo menos 9 dígitos; quando entrar no sistema, clique em “Extrato de Pagamento de Benefício”; faça, então, a emissão do documento;
  • Por uma agência do INSS: visite de forma presencial uma agência do INSS; lá, peça pelo seu CNIS; nesse documento, você pode conferir as informações referentes às contribuições feitas ao INSS;
  • Através de extrato bancário: para quem é cliente da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, é possível conferir o extrato pelo caixa eletrônico;
  • Pelo telefone 135: esse telefone é da Central de Atendimento do INSS; assim, você liga e informa seus dados (Carteira de Trabalho, RG e CPF); o processo funciona de segunda a sábado, nos horários das 7hrs às 22hrs;

Fazer o repasse é obrigatório. Caso contrário, pode haver multa, e o ato configura em crime. Se você descobrir, então, que a empresa não está pagando, deve entrar em contato com a Defensoria Pública. Para mais informações, contrate um advogado e busque a garantia dos seus direitos.